Bem-Vindo!

Ao site do Lokaos Rock Show.


ROCK DE VERDADE, COMO DEVE SER MOSTRADO!

Colaremos:

18/09/2014 03:21

Lokaos entrevista Dave Lombardo (ex-Slayer)

Author: lokaos

10606430_10152253161407447_3434786658075900538_n

 

Julia Bueno entrevistou o lendário baterista Dave Lombardo, ele fala sobre sua passagem pelo Brasil, Slayer, projetos futuros e muito mais, confira:

Pauta – Edu Rox e Nacho Belgrande
Tradução – Nacho Belgrande
Gravação – Gabriel Carvalho
Edição – Jonas Souza
Agradecimentos – Manifesto Bar e Bateras Beat

30/10/2014 17:51

Sammy Hagar: “Eu voltaria ao Van Halen pelos fãs”

Author: NachoBelgrande

Sammy Hagar

O vocalista SAMMY HAGAR, conhecido como ‘Red Rocker’ e parte da história passada e presente de bandas como o MONTROSE,VAN HALENCHICKENFOOT e agora o THE CIRCLE, além de sua bem-sucedida carreira solo, falou essa semana com o jornalista estadunidense ANDY GREENE a respeito de sua participação no aguardado álbum-tributo ao ex-Beatle PAUL MCCARTNEY, “The Art Of Paul McCartney”, uma compilação de 42 faixas executadas por nomes como o próprio Hagar, BOB DYLANBRIAN WILSONTHE CUREKISS e muitos outros pesos-pesados da cena. Hagar canta “Birthday” no LP.

Como em qualquer conversa com Hagar, sempre há de se abordar o tema VAN HALEN, e dessa vez não foi diferente. O que segue abaixo é um pequeno trecho traduzido do papo.

[...]

Você se importa com o fato de que, não importa o que você tenha feito na vida, você sempre será conhecido como ‘ex-vocalista do Van Halen’?

Não. Cara, se você juntar todo o catálogo do Van Halen e ouvir à obra completa, é incrível, especialmente os destaques como “When It’s Love”, “Why Can’t This Be Love”, “Right Now”, “Dreams”. Eu fico honrado por ser parte daquilo. Sinto muito pelas mágoas, mas eu estou completamente honrado. Esse é o ápice da porra da minha carreira musical, sem dúvida alguma. Eu já era um artista platinado antes daquilo, mas nos tornamos artistas multiplatinados. Quero dizer, eu só apareci na capa da Rolling Stone como membro do Van Halen.

Você se vê, sob alguma hipótese, tocando com eles de novo?

Eu tocaria com qualquer pessoa que me ame e que eu ame. Isso incluiria o Van Halen, mas o amor não está aí agora. Eu realmente amo aqueles caras. Nós realmente batemos de frente na última turnê em 2004. Qualquer pessoa que tenha visto aquela última turnê ou lido meu livro sabe que eu não vou levar a culpa porque não há culpa para colocar em mim. Eu fui e fiz meu trabalho, provavelmente melhor do que qualquer outro naquela banda. Qualquer um que tenha visto o show, creio eu, concordaria comigo.

A turnê foi simplesmente uma zona e eu nunca entraria numa zona daquelas de novo. Eu estou feliz demais como ser humano para ficar sofrendo daquele jeito de novo na minha vida. Eu estava sofrendo nos últimos 40 shows. Nos primeiros 340 shows eu estava pensando, “Bem, talvez Eddie vai se endireitar” ou “Talvez possamos nos unir”. Mas isso não aconteceu, e ao longo dos últimos 40 shows, eu estava na miséria. Eu aceitaria, contudo, estar na banda original que começamos. Aquela era uma celebração de amor cheia de criatividade. [...]

DUFF MCKAGAN Doesn't Rule Out Recording With GUNS N' ROSES Again: 'I Never Say Never To Anything'

No último domingo, 26 de outubro, ERIC BLAIR, do site “The Blairing Out With Eric Blair Show” entrevistou a DUFF MCKAGAN[GUNS N’ ROSES, VELVET REVOLVER, LOADED, WALKING PAPERS] e a sua filha, GRACE MCKAGAN, que toca no THE PINK SLIPS à ocasião do tapete vermelho do evento beneficente ROCK AGAINST MS em Los Angeles.

Um trecho traduzido da conversa segue transcrito.

Sobre reunir-se com W. AXL ROSE e sua atual e enésima versão do que fora outrora o GN’R para alguns shows no começo desse ano:

“Foi demais sair e fazer aqueles shows com ele. Nos divertimos muito.”

Sobre se ele consideraria gravar mais material com o Guns N’ Roses de novo:

“Eu nunca digo nunca para nada, na verdade, hoje em dia, eu meio que aprendi. Você nunca sabe o que está por vir. E tudo isso à parte, eu fico apenas feliz que ele e eu termos podido nos encontrar e falar sobre tudo e daí rir sobre muitas outras merdas que aconteceram.”

 

 

atlantic-swan-song

Os dois novos remasters da série de reedições do LED ZEPPELIN, ‘Led Zeppelin IV’ e ‘Houses Of The Holy’, entraram no   Top 10 da parada britânica apenas 3 dias depois de terem sido lançados [ambos saíram na segunda passada].

O órgão auditor e regulador das vendas de mídias musicais no Reino Unido, o Official Charts Company, declarou na manhã desta quinta-feira que na primeira metade dessa semana, ‘Led Zeppelin IV’ é o quarto álbum mais vendido nos domínios do UK, enquanto ‘Houses Of The Holy’ ocupa a sétima posição.

 

DAVID GILMOUR diz que não há espaço pro PINK FLOYD em seu futuro, e que ele está voltando toda sua atenção para um disco solo, que ele espera lançar ano que vem.

E ele não descarta a possibilidade de aparecer no palco com ROGER WATERS de novo.

Ele já afirmou que o vindouro álbum do Floyd, ‘The Endless River’, que sai no dia 10 de Novembro, é com certeza o último deles.

Eu realmente estou gostando de minha vida e de minha música – não há espaço para o Pink Floyd. A ideia de continuar com a banda já me dá calafrios.”

A última vez que Gilmour apareceu com o ex-colega de banda Waters foi em Londres em 2011. Perguntado se ele seria convencido a outra reunião, ele se mostra aberto: “Eu não descartaria nada. Mas a probabilidade de isso ser mais do que um pequeno show para a caridade é muito, muito remota.”

Ele ainda diz que a ideia de trazer Waters para “The Endless River” não faz sentido. “Por que diabos alguém acha que a esta altura do campeonato teríamos algo a ver com ele é um mistério pra mim. Roger está bastante acostumado a ser a única força por trás de sua carreira. Entrar em algo que tenha qualquer democracia inserida – ele não se sairia bem. Além disso, eu estava na casa dos 30 anos quando Rogers saiu. Tenho 68 agora. Faz mais da metade da minha vida. Não temos mais tanto em comum.

 

 

À medida que o último programa de CRAIG FERGUSON como anfitrião do THE LATE LATE SHOW se aproxima, o METALLICAagendou uma temporada residente na atração televisiva para que ele se despeça com estilo. A banda será entrevistada pelo comediante escocês no dia 17 de novembro e tocará uma música a cada exibição – diária – naquela semana. A aparição do grupo converge com o relançamento comemorativo [seja lá o que haja para comemorar nisso] dos 10 anos do documentário ‘Some Kind of Monster’, que chega às lojas dia 24 de Novembro, assim como a prensagem em vinil da mais recente faixa de estúdio do grupo, ‘Lords of Summer’, que sai na Black Friday desse ano.

E que melhor modo de celebrar a grandiosa passagem de Craig pela CBS do que vir e chacoalhar com os índices de audiência por uma semana inteira?”, disse LARS ULRICH. “Nada para vender, nada para promover [exceto pela reedição do DVD] … só curtir a pedido pessoal de Craig. Vamos lá!

Depois de uma década como anfitrião do The Late Late Show, Ferguson anunciou sua decisão de se retirar do comando do programa em abril passado, algumas semanas depois de DAVID LETTERMAN comunicar abertamente que ele se aposentaria como anfitrião do The Late Show. A última transmissão com o escocês será em alguma data ainda não especificada em Dezembro. Depois disso, o ator e comediante bretão JAMES CORDEN assumirá o cargo.